Parei de me importar

recomeçar

Foto tumblr

A cada dia me convenço mais, de que existem pessoas que vieram ao mundo só para ver a infelicidade das outras. E muitas vezes conseguem. Não precisam de muito. Uma palavra, um olhar, um comentário, uma risada, pronto. Conseguiram estragar com a felicidade de alguém.

Tentamos ser forte o tempo todo, mas tem hora que não conseguimos. Tem palavra que machuca muito mais que um soco no estômago. E deixa marcas. O tempo todo temos que lidar com pessoas invejosas, prepotentes, más. O fato é que as pessoas até podem querer nos ver bem, porém nunca querem nos ver melhor que elas.

Mas chega uma hora que cansa. E você simplesmente ignora. Parei de me importar. E foi a melhor coisa que fiz. As pessoas vão falar o tempo todo, mas você que decide se vai ouvir ou escutar.  Eu ouço muita coisa, porém só escuto o que me interessa. Escutar requer atenção, interesse, compreensão, levar em consideração.

Faço o que eu quero. Minha vida, minhas regras.

 Seja como uma peneira aprenda a selecionar. Se for algo que pode te ajudar, retenha. Caso contrário, deixe ir. Esqueça os outros, se importante com você. As pessoas não te conhecem, não sabem da sua vida, não sabem pelo que você já passou ou está passando, e ainda assim elas vão te julgar o tempo todo. Pare de se importar e você vai perceber que as coisas vão fluir melhor, ficar mais leve, simples. As vezes a gente se importa tanto com pouca coisa, que acabamos fazendo dela um monstro. Mas não é bem assim.

“A vida não tem nada de complicado, a gente que complica.”

v

Anúncios

8 comentários sobre “Parei de me importar

  1. R. Darkahn disse:

    Acho que essa é uma das lições mais valiosas que a vida nos ensina – nosso tempo aqui é curto demais para viver em função das expectativas dos outros! Ninguém vai chorar as suas lágrimas ou viver a sua felicidade no seu lugar, então pra que dar esse poder todo aos outros, não é? Bora ser feliz buscando o que é nosso 🙂

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eva Camargo disse:

    Ser julgada e ter de viver com os comentários tórridos de outras pessoas é algo que pode ser muito destrutivo. Experiência própria. Você se auto-destrói aos poucos e a maldade das outras pessoa é o combustível. Eu quase sucumbi, porém, quando percebi o que estava acontecendo meu primeiro passo para sair do poço foi: vai falar? vai julgar? então fale, julgue e aponte o dedo. Eu sou mais do que suas palavras.
    Admitir que eu era muito mais do que falavam foi libertador. Seu texto ficou lindo, mulher! Não canso de te parabenizar! Beijo! 😀

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s